Candomblé e Orixas

Este blog foi desenvolvido, para um melhor entendimento sobre o Candomblé e os Orixás

sábado, 3 de setembro de 2011

Palavras na lingua Iorubá


>Á – nós.
>ÀÀBÒ – metade.
>ÀÀFIN - palácio, residência de um rei (Oba).
>ÀÁKÉ – machado.
>ÀÀRÈ - doença, fadiga,cansaço.
>ÀÀYÈ – vida.
>ABA - escada de mão.
>ABADÔ-comida do clã.- Milho torrado.
>ABADÁ - blusão usado pelos homens,veste branca ou de cor de mangas largas, usada pelo Yorubás.
>ABADÔ - parte da vestimenta da Orixá Oxum.
>ABALÁ - comida muito semelhante ao acarajé.
>ABALÔ - nome dado a Oxum quando brinca com o leque.
>ABAMI – notável.
>ABÁNIGBÈRO - conselheiro, aquele que aconselha, um sábio mais velho.
>ABANIJÉ – difamador.
>ABAÔ - quer dizer um iniciando do sexo masculino, desenvolvendo-se mediunicamente no terreiro de Umbanda.
>ABARÁ - bolinho preparado com feijão fradinho ,temperado com camarão.
>ABASSA - salão onde se realizam as cerimônias públicas do camdomblé, barracão.
>ABAYA - rainha mãe.
>ABATÁ - sapato ou qualquer tipo de calçado.
>ABÊ - tida como irmã gêmea de Badé, vodum feminino cultuado no Maranhão.
>ABÉLÀ – vela.
>ABEBÊ - espelho usado por Oxum e Iemanjá.
>ABEBÉ – leque.
>ABEDÊ – é o leque de Oxum, quando feito de latão.
>ABELÊ - leque usado por Oxum.
>ABERÉM -bolo de milho,envolto em folha de bananeira.
>ABIÃ - pessoa que está nascendo para o culto.
>ABIKÚ - uma criança que morre logo após o parto para atormentar os pais, nascendo e renascendo indeterminadamente.
>ABIODUN – título de um dos Obás de Xangô.
>ABÔ - banho de proteção feito de ervas litúrgicas para o culto, concedido ao iniciado.
>ABO – adorador.
>ÁBÒ - meio, metade, chegar.
>ABÔ dos AXÉS - água contendo ervas maceradas, não cozidas, e sangue de animas sacrificados no terreiro de Candomblé. (na Umbanda não se utiliza sangue nos rituais).
>ABOMALÈ - aquele que cultua os ancestrais (egúngún)
>ABOMI - Um dos nomes atribuídos a Oxum e a Xangô, em cultos ligados a água. Abomi quer dizer ao Orixá: aceite água.
>ABÒRISÀ - aquele que cultua/adora os orixás
>ABOTO -OXUM velha.
>ABOYÚN - mulher grávida.
>ABRIR A GIRA - significa o início ou abertura dos trabalhos nos terreiros de Umbanda.
>ABRIR OS CAMINHOS - retirar os entraves energéticos e espirituais que estejam impedindo o fluxo natural da vida da pessoa.
>ABROQUE - É um manto usando somente pelas mulheres durante uma sessão.
>ABUKU – desgraça.
>ABURO - irmão mais moço.
>ACAÇÁ-mingau grosso feito de cangica triturada,que é oferecida a todos os orixás ,também pode ser feita com farinha de mandioca ou de milho,sal,água e azeite-de-dendê. Recebe esse nome somente quando enrolada em folha de bananeira..
>ACARÁ - bolo feito com feijão fradinho , pimenta e frito no azeite-de-dendê.
>ACARAJÉ - comida ritual da Orixá Oyá-Iansã. Na África é chamado de ÀKÀRÀ, enquanto JE significa comer. No Brasil foram unidas as duas palavras acaraje.
>ACARAJÉ BRANCO - é o acarajé frito no azeite doce ou no óleo de soja,de girassol ou de arroz.
>ACENDE CANDEIA - planta muito utilizada para banhos conhecida também como Candeia-Mucerengue.
>ACASSÁ DE FUBÁ - fubá de milho , sal ,água e azeite-de-dendê.
>ACÓLICO - é o coroinha que ajuda a celebração .
>ACOUÉ – secretário.
>ADÁGÚN - lago , charco.
>ADARRUM - toque rápido dos atabaques e contínuo dos atabaques para chamar os Orixás nas cabeças dos filhos de santo; para forçar os deuses a descer.

>ADE - homem com trejeitos femininos, homem afeminado.
>ADÉ – coroa.
>ADÈBO - pessoa que prepara a comida com os animais oferecidos em sacrifício de acordo com as regras religiosas.
>ADEJÁ (ADJÁ) - é uma campainha (sino) usada nas cerimônias de terreiro. Sino de alumínio ou cobre de três bocas.
>ADÈRÙBANI – medroso.
>ADIE – galinha.
>ADIMU – oferenda.
>ADJÁ - sino de alumínio ou cobre de três bocas.
>ADOÇAR - acalmar uma pessoa,torna-la dócil.
>ADO - comida ritual feita de milho vermelho torrado e moído em moinho e temperado com azeite de dendê e mel, é oferecido principalmente à Orixá Oxum.feita com fuba de milho ,mel e azeite- de-dendê.
>ADÔ – cabaça
>ADOBALÉ - nome dado ao ato de deitar-se no chão para ser abençoado pelo Orixá.
>ADOÇAR >acalmar uma pessoa,torna-la dócil.
>ADOXU - estado em que o iniciado já pode incorporar o orixá.
>ADUM - iguaria doce de Oxum feita com milho torrado e moído, com um pouco de azeite-de-dendê e mel de abelhas.
>ÁDÚN – mel.
>A DÚPÉ - agradecemos a você.
>ADUPÊ - bode.
>AFARÁ - OYIN - fovo de mel.
>AFÉSONA – noiva.
>AFEJEWE - início da raspagem do iaô.
>ÀFIN – palácio.
>AFIRIKA – África.
>AFOMAN - um dos nomes do Orixá Omulu, em Candomblés baianos. Deriva de Áfomó: contagioso, infeccioso.
>ÀFOMÓ - doença infecciosa, trazida pelo Orixá das doenças infecciosas (Babaluaiyé; Xapanã).
>AFONJA - é uma qualidade de Xangô.
>AFOXÉ - é um instrumento musical composto de uma cabaça pequena redonda, recoberta com uma rede de bolinhas de plástico parecido com o Xequerê sendo que o afoxé é menor.
>AFOXÉ - é um ritmo do Candomblé.
>AFURÁ - bolo feito com arroz e açúcar.
>AFOXÉ - também chamado de Candomblé de rua - é um cortejo de rua que sai durante o carnaval de Salvador, Bahia.
>ÀGÀN - mulher estéril.
>AGBÁ – barril.
>AGBÁDÁ - vestes sacerdotais.
>AGBADO – milho.
>ÀGBÀDO - milho, sagrado para o Orixá Èsù (Bará).
>ÀGBAIYÉ - o mundo inteiro.
>AGBALA - roupa de egun , ornamentada de espelhos, cauris , guizos ,e contas feito de acordo com o orixá do falecido.
>AGBARA - força física.
>AGBO - líquido composto de sangue e ervas masceradas.
>AGBÔ – Carneiro.
>ÀGBON – coco.
>AGBOWÓ – cobrador.
>AGÉRÉ -tambor de caçador.
>AGINJÚ – deserto.
>AGLASIS - é o exu do Cheiro, um exu independente mas subordinado direto a Omulu e a exu caveira. Apresenta-se este exu na forma de uma criatura humana, coberta por uma de energia fluídica com forte cheiro.
>AGÔ – significa pedir licença ou permissão, em outros momentos em que este termo traduz perdão e proteção pelo que se está fazendo.
>AGONJÚ (AGANJU) - um dos doze nomes de Xangô conhecidos no Brasil.
>AGODÔ - umas das qualidades de Xangô no Brasil.
>AGOGÔ - é um instrumento musical de metal usado no candomblé. O nome vem de akokô, palavra nagô que significa "relógio" ou "tempo", assim como um som extraído de um instrumento metálico.Compõe-se de dois pedaços de ferro, um menor que outro, ou dois cones ocos e sem base, de tamanhos diferentes, de folhas de flandres, ligados entre si pelos vértices.
>AGOGO – relógio.
>ÁGUAS DE OXALÁ - cerimônia de purificação do terreiro. Esta Cerimônia marca o início do ciclo de festas litúrgicas nos Candomblés de origem Yorubá e Jeje no Brasil.
>AGUÉ - nome de um vodum Jeje, que corresponde ao orixá Ossain.
>AGUERÊ - dança de Iansã.

>AGUERÉ – toque cadenciado com 2 variações: uma para Oyá, outro para Oxóssi. É conhecido como “quebra-pratos”.
>AGUIDAVi - são varetas utilizadas para a percussão dos atabaques no candomblé. São confeccionadas com pequenos galhos das árvores sagradas do candomblé. Seu uso é restrito aos rituais.
>AGUNTAM - Ovelha.
>AGUTAN – carneiro.
>AGUXÓ -sopa de legumes.
>AHÓN – língua.
>AHUN – cágado.
>AIABÁ – rainha.
>AIA - toalha branca para uso em terreiro.
>AIÊ - mundo terreno a terra, o solo, sob o domínio de Obaluaiê.
>ÁIKE – machado.
>AIOCÁ - referente a Iemanjá e ao fundo do mar. Ver AIUKÁ.
>AIRÁ - orixá da familia de ´xangô owó- dinheiro.
>AIRÁ - Xangô velho – Uma das qualidades de Xangô.
>ÀÌSÀN – doença.
>AISUM - Ritual a que o iaô se submete na véspera da cerimônia de iniciação que consiste em jejuar e passar a noite em claro.
>AIUKÁ - fundo do mar. Também se diz os domínios de Iemanjá (Rainha do Aiuká).

>AJA - corpo físico.
>AJÁ- sineta.
>ÀJÁ – cachorro.
>AJABO -comida oferecida ao s orixás para resolver qualquer problema.
>AJAJÓ – jabuti.
>AJAPÁ - cágado, tartaruga. O animal sagrado de Xangô.
>AJÉ – dinheiro.
>Ajés - feiticeiras que se transformam em aves.
>AJÉJÉ- vigília de caçador.
>AJÉ SALUGA - descende de Iemanjá ,conhecido como senhor da riqueza , representado por uma grande concha.
>AJEUM – comida.
>AJÓAKÁ – a jaqueira é a mãe de ODÉ OXÓSSI.É a árvore ao pé da qual o caçador encontrou mel,e ao seu redor formou Ketú.
>AJOIÊ – assessor de Orixás.
>AJORCA - argola usada na perna ou braço.
>AJUCÁ - é a festa da Cabocla Jurema entre os capangueiros. Nessa festa há defumações no terreiro, bebidas e comidas, tudo com a finalidade de duplicar a proteção no terreiro e gerar mais fartura nas casas dos filhos de fé.
>AKÃ - faixa usada para amarrar no peito dos médiuns incorporados.
>AKÁRA - bolo feito de feijão fradinho,massa para o acarajé.
>AKEPALÔ – Sacerdote.
>AKESE - algodoeiro .
>AKESSAN - um dos nomes do Orixá Exú.
>AKIKAtatu .
>AKIRIJGEGBÓ – freqüentador do Candomblé.
>AKIKÓ – galo.
>AKIN - bravo , corajoso.
>AKO – macho.
>AKOKEM - galinha D’angola.
>AKOKO – tempo.
>AKÓNI – professor.
>AKUKÓ - o mesmo que Akikó - Galo.
>ALÁ - Deus para os daomeanos da nação Jeje.
>ÁLÀ - pano branco , sonho.
>ALÁÀBÁL OPÒ – camarada.
>ALÁÁBASÉ – empregado.
>ALÁÀFIN - título tradicional para o rei de Oyó.
>ALÀÁGBÈDE – ferreiro.
>ALABÁ - título do sacerdote supremo no culto aos eguns.
>ALABEDÉ - caldeirão de ferro.
>ALABÉÊ – tocador de tambores líder no terreiro. Aquele que canta pontos de Candomblé.
>ALADORI - pano amarrado à cabeça.
>ALAFANGE - Objeto semelhante a uma espada.
>ÀLÁFÍÁ - boa sorte.
>ALAFIM - uma das qualidades de Xangô.
>ALAGBÊ - é o Ogan responsável pelos toques rituais, alimentação, conservação e preservação dos instrumentos musicais sagrados Atabaques. Nos ciclos de festas é obrigado a se levantar de madrugada para que faça a alvorada. Se uma autoridade de outro Axé chegar no terreiro, o Alagbê tem de lhe prestar as devidas homenagens.
>ALAGEMÔ – camaleão.
>ALAKETO - nação do povo Iorubá-Nagô.
>ALÁMÒJÚ – sabedoria.
>ALAPINI - é o Sacerdote Supremo do Culto aos Egungun, o atual Alapini no Brasil é Mestre Didi Axipá, presidente da Sociedade Cultural e Religiosa Ilê Axipá.
>ALÁRÚ – mensageiro.
>ALARUÊ – briga.
>ALATARE - senhora da pimenta da costa.
>ALDEIA - povoado de índios. Tratando-se de terreiros, esta palavra quer dizer a moradia dos espíritos de caboclos na Aruanda.
>ALEDÁ – porco.
>ALGUIDAR - bacia de barro usada para entregas, ascender velas, deposito de banhos, entrega de comidas e defumação. Vasilha de barro onde se coloca comida votiva.
>ALIBÃ – polícia.
>ALOBAÇA >cebola.
>ALOJÁ - a dança do ritual de Xangô.
>ALOYÁ - senhora Oyá. O mesmo que Iansã ou filho de Oyá.
>ALUBAÇA - Cebola.
>ALUBOSA – Cebola.
>ALUÁ - bebida feita com farinha de milho ou de arroz, fermentada em água com cascas de frutas, gengibre e um pouco açúcar. É servida nos terreiros de Candomblé, principalmente aos caboclos.
>ALUAIÊ - Nação Jeje – Angola.
>ALÚFÁÀ - sacerdote da igreja cristã.
>ALÚFÁÁASO - batina do padre.
>ALUFAM - o mesmo que olufóm, Senhor da cidade de Ifóm, a que mais cultua Oxalá.
>ALUJÁ - ritmo próprio do orixá xangô.
>AMACI - remédio obtido pela maceração de ervas em água , pode ser usado também para limpeza.
>AMACI (AMASSI) - batismo na Umbanda. Líquido preparado com o suco de diversas plantas, não cozidas, e que tem muita aplicação na firmeza de cabeça dos médiuns. O principal banho para a o ritual da "lavagem de cabeça". (ritual equivalente a raspagem de cabeça no Candomblé e ao batismo na Igreja Católica).
>AMACI-NI-ORY - líquido preparado de folhas sagradas, maceradas em água. É destinado a banhar a cabeça dos médiuns. Cerimonia da lavagem (feitura) de cabeça dos médiuns.
>AMALÁ - é comida ritual do Orixá Xangô. É feito com quiabo cortado, cebola ralada, pó de camarão, sal, azeite de dendê ou azeite doce.
>AMARRAÇÃO>prender uma pessoa com a outra.
>AMARRADO - enfeitiçado pra que a vida não flua em nenhum aspecto.
>AMBROZÓ - bolo feito de farinha de milho e açúcar.
>AMOBIRIM - mulher que não casou , mulher solteira.
>AMOLOCÔ - Comida de Oxum.
>AMÓN – barro.
>ÁMÓNTÉKUN – leopardo.
>AMORIM - pano virgem.
>AMPARO - chicote de três tiras de couro.
>AMULETO - objeto confeccionado e cruzado para desviar energias negativas.
>ANA - o mesmo que ontem.
>ANAMBURUKÊ - um dos nomes de Nanã Burukê, a mais velha de todos os Orixás.
>ANGOLA - região do sudoeste da África, de onde vieram negros escravos para o Brasil, trazendo vários dialetos de origem Bantu como Kimbundo, Embundo, Kibuko e Kikongo.
>ANGOMBA - é a designação para um segundo atabaque.
>ANGORÔ - na nação Angola, significa qualidade de Oxumarê.
>ANGOROMÉIAOxumarê.
>ANJO DA GUARDA>chama-se assim o que na realidade é o orixá da pessoa,o ori principal.Quando executa-se um axé e não sabe-se qual o orixá use o termo>anjo da guarda<.Acredite que,porém ele não tem olhos azuis,cabelos louro,muito menos asas.
>ANLODO - caminhada ritualística do iniciado.
>AÔBOBOI - saudação do Orixá Oxumarê.
>APÁ – braço.
>APAOKÁ - Orixá da jaqueira, por ser muito cultuado nela.
>ÀPÁRÁ – trovão.
>APARÁ - uma das qualidades da Orixá Oxum, quando se apresenta carregando uma espada.
>APARELHO - médium, cavalo.
>APARO – codorna.
>APEJA – pescador.
>APETE>bolinho feito de massa de batata ou mandioca cozida.
>APOLÓ – sapo.
>ARÁ – relâmpago.
>ARAJÉ - ignorante, nocivo.
>ARAUANÃ - dança ritual africanista para quebrar demandas e trazer alegrias.
>ARCEBISPOS - bispos que ficam a frente de dioceses importante
>ARÉ - culto ao orixá Ogum na Nigéria.
>ARESS - um dos 12 ministros de Xangô.
>ARIÀSÉ - banho de ervas.
>ARIAXÉ - banho ritual com folhas sagradas para os iniciados. Ariaxé também é o nome do local onde são feitos estes banhos.
>ARIDÃ - fruto do qual se origina o Obi.
>ARIMBÁ - pote de barro para guardar o azeite-de-dendê.
>ARIPÓ - panela muito semelhante ao alguidar de barro.
>ARRAN-CEPEVÊ- cerveja branca.
>ARÊ - ruas e encruzilhadas.
>ARRIAR - fazer a entrega no local da vibração específica,ato da entrega de uma oferenda.Ir ao chão.
>ÁRÓ - manhã , cedo.
>ARROBOBÔ - uma das saudações do Orixá Oxumarê.
>ARUANDA - céu, paraíso, nirvana ou firmamento significam a mesma coisa, isto é, a moradia daquele que é Criador de todos os mundos e de todas as coisas. Plano Espiritual Elevado.
>ARUÊ - saudação a Exu (Aruê- Exu ou Laroiê Exu} - termo também usado para espíritos desencarnados.
>ARUN – doença.
>ARUQUERÊ - Objeto de metal usado por Oxóssi.
>ASAKAN - sem tristeza.
>ASINAJU -vanguardeiro -iorubano.
>ASIWAJIN – vanguardeiro.
>ASOSO - bonito, elegante.
>ASSENTADO, ASSENTAMENTO>material iniciaticamente preparado com a energia, ferramentas, símbolos e todos os devidos axés do orixá.
>ASSENTAR - preparar os fundamentos (elementos ) do Orixá ou Exú em um determinado lugar.
>ASSOGBA - Supremo sacerdote do culto de Obaluaiyê. O nome significa "consertador de cabaças", em iorubá.
>ATA- pimenta.
>ATABAQUE - de origem africana, usado em quase todos rituais afro-brasileiro, típico do Candomblé e da Umbanda e de outros estilos relacionados e influenciados pela tradição africana. De uso tradicional na música ritual e religiosa, empregados para convocar os Orixás. O atabaque maior tem o nome de RUM o segundo tem o nome de RUMPI e o menor tem o nome de LE>ATANLÁ – pimentão.
>ATAREÊ - pimenta- da- costa.
>ATEJÁ – peixeiro.
>ATIN - árvore , madeira,folha.
>AXÉ - Energia vital presente em todos os reinos da natureza, e manipulada magicamente na Umbanda e nos Cultos de Nação, através de rituais e oferendas
>AXÉ DE FACA>permissão para que o adpeto possa sacrificar animais dentro do ritual.Dessa maneira e com destreza que será ensinada e aprimorada não haverá sofrimento para o animal.
>AXEXÊ - cerimônia fúnebre iorubana. Semelhança com a missa de 7º dia católica.
>AXOGUM - nome dado ao encarregado de sacrificar animais quando não é feito pelo chefe do Terreiro. Muito comum nos cultos de candomblé nagô.
>AXOXÔ -comida feita de milho vermelho.
>AXOXÓ - milho cozido sem tempero e com coco.
>AXÓ - roupa.
>AXOGUM - auxiliar do terreiro, geralmente importante na hierarquia da casa, encarregado de sacrificar os animais que fazem parte das oferendas aos orixás.
>AZÊ - capuz de palha. Ornamento da roupa de Omulú.
>AZEITE DE DENDÊ - óleo extraído do dendezeiro, indispensável as oferendas à Exú , também usado na comida de diversos Orixás. É usado em algumas oferendas às Pombas Giras.
>AZEITE DOCE>azeite de oliva virgem ou extra-virgem.
>ÁYÀ – peito.
>AYÉ - mundo físico.
>AYÒ - alegria, felicidade.
>AWO - culto, segredo.
>ÀWO – prato.

12 comentários:

Velocimetro de internet